Madeira tratada em autoclave

As vantagens de uma madeira tratada em autoclave.

Madeira tratada em autoclave
Madeira tratada em autoclave

 

O pinus e eucalipto tratados, tem diversas utilizações no meio rural e urbano, substituindo com vantagens algumas madeiras nativas, por receberem um tratamento com uma solução de sais hidrossolúveis, tornando-as mais resistentes e com grande durabilidade. Isto os deixa imunes contra pragas, insetos e fungos. Enquanto o pinus e eucalipto sem tratamento dura em média 3 anos ao relento, a madeira tratada tem uma vida útil superior a 20 anos, tendo o seu custo até 50% menor do que a nativa, com procedência legal.

Além de trazer vários benefícios como custo-benefício e durabilidade, a madeira tratada é ecologicamente correta, por ser extraída de acordo com os parâmetros da lei, obedecendo o ciclo de renovação e reflorestamento renovável.

Este tratamento é feito através da autoclave, em um processo tecnológico que incorpora química à madeira através de forte pressão, impregnando agentes químicos hidrossolúveis em um circuito fechado, substituindo a seiva da madeira pelo preservativo hidrossolúvel.

Neste processo a madeira é colocada na autoclave, que possui um tanque armazenamento abastecido com uma solução imunizante. O vácuo retira todo o ar e umidade das células da madeira, e a solução de agentes imunizantes através da alta pressão do vácuo impregna as células da madeira, dando mais durabilidade e qualidade para a peça.

Autoclave
Autoclave

 

A madeira tratada é proveniente de florestas plantadas, em centros de reflorestamento mais perto de centros consumidores, certificada por órgãos responsáveis, adequada a todos os outros parâmetros necessários, sendo legalmente habilitada, inibindo a ação de derrubadas predatórias. Sendo encontrada em várias formas como tábuas, caibros, vigas ou pranchas é uma opção sustentável que permite vários tipos de acabamentos.

Muito utilizado em áreas externas,  o seu uso vai da montagens de cercas até as construções mais rústicas, em decks, bancos, assoalhos, sendo uma boa opção no paisagismo.

A madeira tratada apesar de não oferecer nenhum risco ambiental, ou para pessoas em condições normais de utilização, ao ser queimada, lixada ou cortada pode liberar agentes químicos prejudiciais a saúde, não sendo indicada para fabricação de tábuas de corte, em churrasqueiras ou como lenha.

 

 

Iniciar conversa
💬 Podemos ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?